Pescas e Aquacultura

Disponibilizamos serviços especializados para o sector das Pescas e Aquacultura:





Pescas e Aquacultura

Disponibilizamos serviços especializados para o sector das Pescas e Aquacultura:





Maternidade (Hatchery)

Maternidade (Hatchery)

Esquema de implantação de jaulas em mar aberto

Esquema de implantação de jaulas em mar aberto

Produção de moluscos bivalves

Produção de moluscos bivalves

Produção de moluscos com sistema "Smartlines"

Produção de moluscos com sistema "Smartlines"

Piscicultura com 25 ha, capacidade: 1200 Ton.

Piscicultura com 25 ha, capacidade: 1200 Ton.

Para o sector das pescas, realizamos projectos integrados para qualquer tipo de estabelecimento, em particular para:

- estabelecimentos industriais de processamento de pescado;
- centros de depuração e expedição de moluscos bivalves;
- estabulação de crustáceos e outros peixes;
- maternidades;
- pisciculturas em terra e em mar aberto.



Introdução à aquacultura no Mundo:

O sector mundial da aquacultura encontra-se numa fase de plena expansão. Cada vez mais, existe necessidade de recorrer à produção de pescado em aquacultura para suprir as necessidades mundiais de procura de pescado. Angola tem uma potencialidade enorme neste domínio, devido às suas características naturais e disponibilidade, quer de espaço, quer de mão-de-obra. Importa referir que, do ponto de vista ambiental, as produções em aquacultura são bem recebidas devido ao facto de permitir uma diminuição do esforço de pesca nas populações selvagens de peixes e de moluscos bivalves. Assim sendo, todos os investimentos realizados nesta área têm todas as condições para se tornarem viáveis economicamente e ambientalmente.

A produção de pescado em aquacultura, deve ser cuidadosamente planeada, observando um conjunto de requisitos de forma a garantir a sustentabilidade económica e ambiental. A metodologia adequada de trabalho para desenvolver estes projectos engloba:

  • Estudo e caracterização de locais adequados;
  • Levantamento topográfico/hidrográficos;
  • Selecção das espécies a produzir; Estudo de viabilidade económico-financeiro;
  • Memória descritiva e explicativa dos processos de produção;
  • Memória descritiva ambiental e condicionantes;
  • Projecto técnico de execução.

As alternativas de investimento neste sector são várias, mas de forma a garantir a viabilidade dos investimentos neste sector, entendemos que, numa primeira fase o investimento deve ser feito nas espécies com maior disponibilidade de juvenis e cujo ciclo de produção se encontre perfeitamente dominado.

Espécies mais produzidas em aquacultura:

  • Engorda de Atum e Corvina
  • Linguado;
  • Dourada;
  • Robalo;
  • Tilápia;
  • Cat-fish

A produção de moluscos bivalves e crustáceos em aquacultura reveste-se de grande interesse económico, social e comercial. Contudo, há que estudar as espécies que melhor se adaptem ao local de produção, quer seja em terra quer seja em mar aberto.
No entanto, podemos adiantar que as seguintes espécies estão bem adaptadas à produção em aquacultura e apresentam boas perspectivas de comercialização:

  • Camarão;
  • Mexilhão;
  • Abalone;
  • Ostra;
  • Vieira;
  • Amêijoa.